;

Informações

10 mandamentos para Diálise em trânsito

27 de novembro de 2020

Diálise em trânsito

Com planejamento e cuidados, o tratamento de diálise não é um impeditivo para sair de férias com seus familiares. É essencial planejar sua viagem com a devida antecedência para que sua equipe de saúde possa ter tempo hábil para ajudá-lo no processo.

10 Mandamentos para Diálise em trânsito:

Consulte seu nefrologista antes de planejar sua viagem, para avaliar sua condição clínica e poder viajar com segurança, sem riscos;

A solicitação do trânsito deve ser feita preferencialmente com 30 dias de antecedência da sua viagem;

Procure o Serviço Social da sua unidade e preencha o formulário de trânsito informando o estado, a cidade e o período desejado, para a verificação de disponibilidade nas clínicas mais próximas do seu destino para a continuidade do tratamento dialítico;

O Assistente Social fará o envio dos documentos exigidos para a clínica de destino (convênio ou particular). Caso seja SUS, toda a documentação será enviada para o órgão regulador para viabilização da vaga em trânsito (em alguns estados, esse processo é direto com as clínicas);

Não compre suas passagens enquanto a clínica de destino não autorizar o tratamento, visto que o paciente renal crônico não pode ter seu tratamento interrompido. A diálise é vital para manter suas condições de saúde;

O Serviço Social irá informá-lo sobre a aprovação do trânsito na clínica de destino. Se a vaga for liberada, compre suas passagens e prepare tudo para sua viagem;

Tenha em mãos seus documentos (cartão SUS, RG, CPF, carteira do plano de saúde, se ver), suas medicações e toda documentação original que foi enviada à clínica por e-mail (relatório médico e exames atualizados) antes de viajar. Reforce aos profissionais da clínica de destino caso seja alérgico a alguma medicação;

Dica: fazer uma lista do que levar na mala é sempre uma boa ideia, pois evita esquecimentos.

Se vai para um local de praia, tome os devidos cuidados quanto aos horários de maior calor, proteja seu acesso vascular por onde realiza a diálise e cuidado para não desidratar, já que o paciente não pode ingerir muitos líquidos;

Para o paciente que faz DPA (diálise peritoneal automatizada), o processo é diferente, ele pode viajar, mas precisa consultar seu enfermeiro antes de planejar a viagem. O enfermeiro da DP fará a coordenação e orientação no processo de entrega dos insumos e de como transportar a cicladora;

10° Planeje com antecedência todos os detalhes para que possa desfrutar plenamente dos dias de férias, sem se preocupar com providências relacionadas ao tratamento durante sua viagem.

Lembre-se: todo este processo depende de organização. O Serviço Social irá acompanhar todo o seu processo de trânsito. Em alguns casos, a clínica de destino pode não ter credenciamento ou não ter vaga disponível.

Postagens relacionadas

Informações

O que é Fósforo?

Fósforo é um mineral encontrado principalmente em alimentos de origem animal, alguns de origem vegetal e também em alimentos industrializados que contém conservantes. Para que serve o Fósforo? Juntamente com o cálcio, tem como papel principal, manter os ossos e dentes saudáveis. O que o excesso de Fósforo pode causar no sangue? Pode provocar coceiras, fraquezas nos ossos, endurecimento dos vasos sanguíneos, coração e pulmão. Dicas importantes para o controle de Fósforo Alimentos “vilões”Refrigerantes a base de cola, cerveja, salsicha, linguiça, hambúrguer, nuggets, presunto, mortadela, salame, molhos prontos, amendoim, paçoca, tabletes concentrados (galinha, carne, legumes, peixe), temperos, tortas e bolos industrializados, enlatados. Alimentos ricos em Fósforo que devem ser evitadosMiúdos de frango e boi, fígado, moela, sardinha, bacalhau, frutos do mar, chocolate e achocolatados, amendoim, avelã, paçoca, castanha de caju, nozes, grãos integrais (arroz integral, centeio, cevada, germe de trigo e linhaça). Tenha a dieta como a sua principal aliadaAlguns alimentos fonte de fósforo podem ser CONSUMIDOS em QUANTIDADE ORIENTADA PELO PROFISSIONAL DE NUTRIÇÃO de sua clínica de diálise.Leite e derivados, feijão, ervilha, lentilha, grão de bico, proteína de soja, carnes em geral e ovos. Ação do Quelante ao fósforo dos alimentos No estômago e nos intestinos, os quelantes grudam no fósforo dos alimentos, assim, parte do fósforo é eliminado nas fezes, diminuindo a quantidade de fósforo no sangue. Quando prescritos pelo médico, os quelantes de fósforo devem ser tomados imediatamente junto às refeições ou lanches que contenham alimentos fontes de fósforo. ATENÇÃO: É importante tomar a quantidade de comprimidos prescritos por seu médico.

Ler mais
Informações

Hipertensão

A assassina silenciosa A hipertensão, ou pressão alta, é uma das principais causas de insuficiência renal e de  muitas outras doenças graves. Mas há boas notícias! A hipertensão pode ser controlada.  O que é hipertensão?  Hipertensão é um termo médico para a pressão arterial que permanece alta por um longo  tempo. Quando a pressão arterial está muito alta, o sangue faz muita força contra as  paredes dos vasos sanguíneos. Com o tempo, os vasos ficam espessos, estreitos e  enrijecidos.  Quando seus vasos sanguíneos são danificados, eles não conseguem transportar tanto  sangue para o corpo. Portanto, seu coração fará mais esforço para levar sangue suficiente  para o resto do corpo. Isso exerce um estresse adicional sobre seu coração. Com o tempo,  isso pode causar graves problemas.  Mesmo que você não sinta nenhum sintoma, ainda pode ter pressão alta. É importante  trabalhar com seu médico para monitorar sua pressão arterial. Como a hipertensão pode ser controlada? Você pode ajudar a controlar sua pressão Tomando os medicamentos conforme a prescrição; Fazendo uma dieta saudável com baixo teor de sódio (sal); Fazendo exercícios; Reduzindo o consumo de álcool; Perdendo peso; Parando de fumar. É preciso determinação e pode ser cansativo. Mas a hipertensão pode levar à morte sem que haja um sinal de alerta específico. Esse trabalho extra vale a pena para salvar sua vida?

Ler mais
Informações

Insuficiência cardíaca congestiva

Quando você tem insuficiência cardíaca, seu coração precisa de uma dose extra de cuidado. Antes de explicarmos como você pode fazer isso, vamos ver o que significa insuficiência cardíaca congestiva. O que é insuficiência cardíaca congestiva? A função do seu coração é bombear o sangue, levando oxigênio e outros nutrientes para todas as células do corpo. Embora possa parecer, uma insuficiência cardíaca não significa que seu coração parou de bater. Na realidade, quer dizer que o seu coração não consegue bombear sangue suficiente para atender às necessidades do corpo. Isso pode fazer com que você sinta cansaço, tontura ou fraqueza. Qual é a diferença entre insuficiência cardíaca e insuficiência cardíaca congestiva? A insuficiência cardíaca congestiva (ICC) é um estágio da insuficiência cardíaca, quando o líquido se acumula ao redor do coração. Quando isso acontece, é ainda mais difícil para o coração bater. Esse líquido também pode se acumular nos pulmões, abdômen, gado e na parte inferior do corpo. Você pode notar isso como inchaço (edema) em locais como os tornozelos. O que causa a ICC? Certas condições, como hipertensão ou diabetes, fazem o coração trabalhar mais por um longo período. Isso pode fazer com que seu coração se torne muito rígido ou fraco para bombear sangue tão bem quanto antes. Outras causas incluem: Ataque cardíaco; Insuficiência renal; Problemas com válvulas cardíacas; Doença coronariana; Ritmo cardíaco anormal. Qual a relação entre a ICC e a doença renal? A ICC e a doença renal trabalham juntas em um círculo vicioso: Os rins não conseguem filtrar líquido suficiente; O líquido se acumula ao redor do coração; O coração se enfraquece; O coração não consegue bombear sangue suficiente para fora; Os rins não recebem sangue suficiente. Mas aqui está a boa notícia! Cuidar dos rins pode ajudar a proteger o coração e cuidar do coração pode ajudar a proteger os rins. Como lidar com a ICC Você pode controlar algumas coisas. É importante lidar com os problemas que podem causar a ICC, como hipertensão. Estas são algumas maneiras de limitar os danos ao coração e aos rins: Sempre tome os medicamentos prescritos; Faça uma dieta saudável com baixo teor de sal; Pratique exercícios regularmente; Reduza o consumo de álcool; Perca peso; Pare de fumar; Controle a pressão arterial; Durma o suficiente; Reduza o estresse mental. Fale com o seu médico e com a equipe multidisciplinar se ver dúvidas sobre a insuficiência cardíaca congestiva. Estamos aqui para ajudar você!  

Ler mais
;