;

Nutrição

Festa Junina em Casa - Receitas e Orientações

02 de junho de 2021

Está chegando uma das épocas mais esperadas do ano! Os meses de junho e julho são marcados por muitas festas e comidas típicas.

Pelo segundo ano consecutivo, a orientação é ficar em casa, mas isso não significa que não possa curtir com a família estes meses tão tradicionais.
Aqui vão algumas receitas para que você aproveite estes momentos.

Lembre-se de não cometer exageros.

 

Paçoca de carne desfiada

Ingredientes:
1 kg de carne cozida
1 cebola cortada
3 dentes de alho amassados
cheiro-verde picado a gosto
3 colheres (sopa) de farinha de mandioca
2 colheres (sopa) de manteiga de garrafa
Pimenta-do-reino e sal a gosto

Modo de preparo:
Cozinhe a carne e, depois de fria, desfie-a com um garfo.
Em uma panela, aqueça a manteiga de garrafa e, em seguida, acrescente a carne e mexa até que fique dourada. Reserve. Na panela onde a carne foi refogada, doure a cebola e o alho e acrescente a carne desfiada. Logo após, adicione a farinha de mandioca, o sal, a pimenta-do-reino a gosto e o cheiro-verde. Misture bem. Depois de misturar tudo, desligue o fogo. Agora, a sua paçoca de carne desfiada está prontinha para ser servida!

 

Canjiquinha

Ingredientes:
250 gramas de canjiquinha
1 peito de frango pequeno
1 cebola média ralada
3 colheres (sopa) de cebolinha picada
Salsinha a gosto
½ colher (chá) de sal
1 colher (sopa) de óleo de soja. Pode ser também óleo de milho ou de girassol.


Modo de preparo:
Cozinhe o peito de frango com a metade do tempero. Desfie e reserve. Cozinhe a canjiquinha com água, na panela de pressão, por 15 minutos. Coloque a outra metade do tempero e o sal. Em uma panela, refogue a cebola, junte o frango desfiado e a canjiquinha. E bom apetite!

 

Bolo de fubá sem leite e sem ovo

Ingredientes:
1½ xícara (chá) de farinha de trigo com fermento
1 xícara (chá) de fubá
1 xícara (chá) de óleo de soja
1 xícara (chá) de açúcar ( cristal ou refinado)
1 tampinha (chá) de fermento em pó
2 xícaras (chá) de água em temperatura ambiente
1 pacotinho de erva-doce em grão
Óleo de soja e fubá para untar a fôrma


Modo de preparo:
Unte e enfarinhe uma fôrma usando o óleo de soja e o fubá. Preaqueça o
forno na temperatura máxima por 10 minutos. Em uma batedeira, coloque todos os ingredientes, menos o fermento. Desligue a batedeira e misture o fermento com uma colher. Coloque a massa na fôrma já untada e enfarinhada, sacuda com cuidado a fôrma para não constituir bolhas de ar. Agora, diminua o aquecimento do forno para a temperatura mínima, e leve a massa para assar por cerca de 45 a 50 minutos. Desligue o forno e retire o bolo. Deixe esfriar e sirva.

 

Pé de moleque sem amendoim

Ingredientes:

2 xícaras (chá) de mandioca picada
1 ½ xícara (chá) de açúcar
1 pitada de sal
3 colheres (sopa) de manteiga sem sal
1 colher (chá) de erva-doce desidratada

 

Modo de preparo:
Descasque as mandiocas. Corte em pedaços e coloque-os em uma panela com água e deixe
ferver por 10 minutos. Despreze a água de cozimento. Bata a mandioca no liquidificador com ½ xícara (chá) de água filtrada. Adicione o açúcar, o sal, a manteiga e a erva-doce. Bata novamente. Despeje numa fôrma untada e leve ao forno preaquecido por cerca de 30 minutos.

 

Orientações Fundamentais:

 

Importante:

  • Mantenha o controle hídrico do seu corpo (alimentos muito doces ou muito salgados aumentam a sede).
  • Não esqueça de tomar o quelante, junto com as refeições ou lanches que contenham alimentos fonte de fósforo.

Evite:

  • Doce com coco e amendoim.
  • Doces de batata-doce e abóbora (caso esteja com o potássio elevado).
  • Bebidas alcoólicas.
  • Lanches com recheio de salsicha e linguiça.
  • Milho assado (dê preferência ao milho cozido).
  • Refrigerantes à base de cola.


Faça o download dos conteúdos

Postagens relacionadas

Nutrição

Nutrição na Hemodiálise

Entenda a importância de adequar a sua dieta A sua alimentação também faz parte do tratamento, por isso, fazer um acompanhamento nutricional e cuidar da sua dieta é essencial. Para isso, separamos alguns pontos para você ficar de olho. Sódio O excesso de alimentos ricos em sódio e o consumo exagerado de sal faz com que nosso organismo funcione como uma esponja para acúmulo de líquidos. Sal e líquidos O rim é responsável por eliminar o excesso de sódio e líquidos pela urina. Nas pessoas com doença renal, isso só acontece por meio da diálise. Por isso, o ideal é utilizar pouco sal no preparo dos alimentos ou, se possível, faça tudo sem sal e adicione 1g de sal no almoço e 1g de sal no jantar. Quanto de líquidos é permitido consumir? De maneira geral, para saber a quantidade de líquido permitido por dia, é preciso saber quanto de urina você ainda consegue eliminar por dia (24 horas). Sabendo disso, basta somar 500 ml, a quantidade de urina, e aí estará a quantidade de líquidos permitida no dia.  Não ultrapasse! Algumas frutas e legumes são compostos por até 98% de água (melancia, tangerina, pêra, laranja, melão, tomate, couve-flor, brócolis, etc). Dicas para controle de líquidos e sal: Os alimentos devem ser preparados com pouco sal e óleo, além de nunca utilizar temperos prontos em pó ou em tabletes: Ajinomoto, caldos (carne, galinha ou legumes) e outros, por conta do elevado teor de aditivos de fósforo e sódio que eles contêm. Prefira os temperos naturais como: açafrão, alho (sem sal), alho poró, anis, azeite, canela, cebola, cravo, cominho, erva cidreira, gengibre, grãos de mostarda, hortelã crua ou seca, louro em folhas ou moído, manjericão, noz moscada, páprica, pimenta moída, pimentão, salsa, sálvia, suco de limão (algumas gotas), tomilho e vinagre (pouco). Evite os alimentos enlatados embutidos, molhos e temperos prontos: azeitona, atum, sardinha, milho, ervilha, molho de tomate, maionese, catchup, mostarda, molho inglês, shoyo, temperos prontos (sabor a mi, ajinomoto, knorr, sazon, shoyo entre outros), salame, mortadela e presunto. Evite consumir salgadinhos de pacote, sopas prontas, alimentos que já contêm muito sal e fósforo em sua composição. Não use sal light, pois em sua composição contém grande quantidade de potássio. Potássio O potássio é um mineral presente nos alimentos, principalmente nos de origem vegetal como frutas, verduras, legumes e feijão. Ele é muito importante para o funcionamento dos músculos de todo o corpo, inclusive o músculo cardíaco. Porém, o excesso de potássio pode enfraquecer os batimentos do coração ou até provocar parada cardíaca, nos músculos, causa fraqueza ou cãibras. É possível reduzir o potássio em até 50% se os legumes e verduras forem preparados da seguinte forma: Descasque os vegetais ou verduras; Deixe de molho em água por 2 horas; Coloque-os em uma panela com nova água e deixe ferver por no mínimo 15 minutos; Despreze a água do primeiro cozimento para diminuir a quantidade de potássio deles; Refogue a gosto. Fósforo O fósforo é um mineral que tem a função de manter os ossos fortes e saudáveis. O excesso de fósforo no sangue pode causar sintomas como: calcificação cardiovascular e de tecidos moles, hiperparatireoidismo, fragilidade óssea com possibilidade de fraturas e coceira intensa. Altos níveis de fósforo também estão relacionados à má circulação, infartos e AVC. O que você precisa fazer para controlar o fósforo no sangue? Algumas coisas importantes: Faça a diálise conforme prescrito por seu médico Não diminua o tempo (horas); Não falte ao tratamento.   Controlar o consumo de alimentos ricos em fósforo Principais alimentos fonte de fósforo que devem ser CONSUMIDOS em quantidade orientada pelo profissional de nutrição de sua clínica de diálise: Leite e derivados; Feijão, ervilha, lentilha, grão de bico, soja; Carnes em geral; Ovos. Principais alimentos fonte de fósforo que devem ser EVITADOS: Miúdos de frango, miúdos de boi, fígado, sardinha, bacalhau, frutos do mar, queijos; Chocolate; Amendoim, paçoca, castanha de caju, nozes; Cerveja e refrigerantes à base de cola. Hambúrguer, nuggets, linguiça, salsicha; Macarrão instantâneo, alimentos instantâneos, temperos prontos; Bebidas prontas; Queijos processados, presunto, mortadela, salame; Tortas e bolos industrializados; Enlatados etc.   Tomar o quelante Renagel ou carbonato de cálcio Quando prescritos pelo médico, os quelantes de fósforo devem ser tomados imediatamente junto às refeições ou lanches que contenham alimentos fontes de fósforo. No estômago e no intestino, esses quelantes grudam-se no fósforo dos alimentos, assim, parte do fósforo é eliminado nas fezes, diminuindo a quantidade que vai para o sangue.

Ler mais
Nutrição

Dieta saudável para o coração e benéfica para os rins

Ideal para pessoas em hemodiálise Enquanto alguns alimentos são um combustível saudável para o corpo, outros podem  causar doenças. Porém, alimentos que são saudáveis para o coração nem sempre são benéficos para os rins e vice-versa. Este guia ajudará você a escolher os alimentos que irão beneficiar tanto seu coração como seus rins. Reduza o sódio O sódio é o principal ingrediente do sal, e ingerir muito sódio faz com que o corpo retenha mais líquido aumentando assim a sua pressão. A hipertensão pode danificar o coração e os vasos sanguíneos. Ela pode causar ataque cardíaco, derrame e demência. Reduzir o sódio na dieta é bom para o coração e para os rins. Encontre as gorduras certas  A gordura tem má fama, mas existem gorduras boas e ruins. A pior gordura é a gordura trans e deve ser totalmente evitada. Ela produz mais colesterol ruim e menos colesterol bom.  Muito colesterol ruim pode obstruir seus vasos sanguíneos, causando doenças cardíacas e também aumenta o risco de ataque cardíaco, derrame e diabetes. Já o colesterol bom ajuda a eliminar o colesterol ruim. As gorduras trans são frequentemente encontradas em alimentos fritos e processados como: bolos, tortas, biscoitos (especialmente com recheio), bolachas, rosquinhas, margarina, pipoca de micro-ondas e doces com recheio de creme. As gorduras saturadas também são gorduras “ruins” e devem ser limitadas. Em vez disso, tente comer mais gorduras boas, como os ácidos graxos ômega-3. Essas gorduras saudáveis ajudam a reduzir o colesterol ruim e a pressão arterial. Eles podem até ajudar nas doenças cardíacas e reduzir o risco de derrame. Planeje sua proteína Quando a diálise remove os resíduos do sangue, também pode remover proteínas. A proteína desempenha muitas funções importantes no corpo. Como resultado, você pode precisar ingerir mais proteínas. Peixes, aves sem pele, cortes magros de carne fresca e clara de ovo são opções de proteínas saudáveis para o coração. Além disso, fontes de proteína não animal, como produtos de soja, também podem ser boas opções. Aperfeiçoe sua ingestão de fósforo e potássio Quando seus rins param de funcionar, eles não removem mais o excesso de nutrientes como fósforo e potássio. Se esses nutrientes atingirem níveis prejudiciais à saúde, eles podem causar problemas sérios. Limitar o fósforo e o potássio na sua dieta ajudará você a se sentir melhor. Muito fósforo pode causar o endurecimento das artérias, levando a problemas cardíacos graves e também pode fazer com que seus ossos fiquem fracos e quebradiços, além de causar coceira na pele ou formar feridas dolorosas. Muito potássio no sangue pode causar batimento cardíaco irregular ou insuficiência cardíaca súbita. Introduza fibras Ingerir fibras e antioxidantes suficientes é parte importante de uma dieta saudável para o coração. As fibras podem ajudar a reduzir o colesterol e a pressão arterial, e prevenir derrames e diabetes. Pães integrais, frutas e vegetais são boas fontes de fibras. Mas, tenha cuidado, muitos desses alimentos são ricos em fósforo ou potássio. Seguir uma dieta saudável para o coração e benéfica para os rins, pode parecer difícil. Sua nutricionista ficará feliz em poder ajudar! Ela pode responder às suas perguntas e ajudar a criar um plano de refeições adequado para você.

Ler mais
Nutrição

Controle de Líquidos e Sódio

Uma das principais funções do rim é eliminar o excesso de sódio e líquidos através da urina. Nos pacientes com doença renal crônica, essa eliminação se dá por meio da diálise.   O que é peso interdialítico? É o acúmulo de líquidos no corpo, entre uma sessão de diálise e outra. Qual é a quantidade de líquidos recomendada para o consumo em 24 horas? Para saber a quantidade de líquido permitida por dia, é preciso ter a informação do volume de urina que você ainda consegue eliminar em 24 horas. De posse desse dado, é só somar 500 ml. Ex.:  500 ml + volume de urina em 24 horas se o seu volume de urina for de 450 ml, em 24 horas, então você poderá beber 500 ml + 450 ml = 950 ml. Caso você não urine mais, o seu limite diário de líquidos é de 500 ml ao dia.    Importante  Os líquidos não são apenas água, mas também: sucos, sorvete, pudins, gelatina, refrigerantes, leite, bebidas alcoólicas, chás, café, sopas, caldos, gelo, açaí, etc. Algumas frutas também são ricas em líquidos: laranja, tangerina, melancia, melão, abacaxi, pêssego, pera, morango, tomate, etc.       Quais as consequências de ganhar muito peso entre uma sessão de diálise e outra?   Hipertensão, inchaço, falta de ar, edema agudo de pulmão (água no pulmão), cansaço, sobrecarga no coração e incapacidade para realizar atividades do dia a dia.   Dicas para ajudar no controle de líquidos: Na quantidade recomendada de líquidos diária, defina o quanto será reservado para água, considerando também a água utilizada para tomar medicamentos. Evite alimentos muito doces ou muito salgados. Evite refrigerantes, já que esses aumentam a sede. Evite caldos e sopas.   Se tiver muita sede e ultrapassou o limite de líquidos: Faça bochechos com água gelada, mas não engula. Mastigue uma folhinha de hortelã. Tome banho e escove os dentes. Isso ajuda a diminuir a sensação de calor.    Sódio    Uma das funções do sódio é controlar a quantidade de líquidos do organismo e regular a pressão arterial, sendo o sal de cozinha e os alimentos industrializados sua principal fonte. Restringir alimentos ricos em sódio pode evitar o aumento da pressão arterial e ajudar no controle da sede. Desta forma, há a diminuição da chance de acúmulo de líquidos entre as sessões de diálise.   O que fazer para ajudar no controle de sódio? Utilize pouco sal no preparo dos alimentos ou cozinhe sem sal. Se não colocar o sal, ao montar o prato, adicione apenas 1g de sal. Use temperos naturais, ervas frescas ou desidratadas: alho, alho-poró, cebola, salsinha, cebolinha, louro, hortelã, orégano, coentro, alecrim, manjericão, pimenta, pimentão, etc.   Quais alimentos ricos em sódio devem ser evitados? Temperos prontos; Molhos prontos (mostarda, ketchup, maionese, barbecue, shoyo, molho de tomate, molho inglês); Embutidos em geral (presunto, mortadela, salame, linguiça, salsicha, bacon, etc.); Enlatados em geral (ervilha, milho, azeitona, atum, sardinha, cogumelos); Salgadinhos de pacotes e sopas prontas.   Nutricionista: Thays Cardoso Mortaia Pereira

Ler mais
;